CONGRESSO BRASILEIRO E IBEROAMERICANO VIRTUAL DE ARBORIZAÇÃO URBANA CBAU- CIAU 2021

ARBORIZAÇÃO URBANA NA DÉCADA DA RESTAURAÇÃO

Mensagem dos organizadores

Mensagem do Presidente da Sociedade Brasileira de Arborização Urbana

O planeta vive as consequências de séculos de visões equivocadas sobre o significado de termos como desenvolvimento e crescimento econômico, gerando grande pressão sobre os recursos naturais, especialmente em cidades. É inadiável investir na restauração de ecossistemas e definir estratégias para assegurar a preservação dos que estão cumprindo seu papel na prestação de serviços ecossistêmicos.

Os espaços vegetados oportunizam o resgate dos vínculos ancestrais homem-natureza, restabelecem conexões entre as pessoas e resgatam sua natureza biofílica. Além disso exercem papel comprovado para combater os efeitos negativos das mudanças climáticas e eventos extremos que têm castigado as comunidades. As crises hídricas e energéticas que o mundo enfrenta têm nas áreas vegetadas elementos de mitigação.

Aos órgãos gerenciadores da Arborização Urbana cabe investir, fortemente, nas áreas públicas. Já não se trata somente de defender práticas adequadas. Precisamos de estratégias criativas e inovadoras para ampliar a qualidade arbórea nas cidades, mesmo se o espaço na calçada é estreito. Precisamos contornar orçamentos restritos, conceitos ultrapassados e visões imediatistas para elaborar e implantar políticas nacionais para a arborização urbana.

Os espaços verdes públicos ou privados beneficiam a todos do ponto de vista da geração de conforto ambiental. Nas áreas destinadas ao lazer público os usuários têm acesso a tudo que esses espaços oferecem e, nessas circunstâncias, as desigualdades sociais perdem força. Além disso, as praças e parques são laboratórios dinâmicos com grande potencial educativo e de ação transversal para diferentes níveis de escolaridade, embora, ainda, pouco aproveitados nesse sentido.

A ciência da arboricultura avança com pesquisa e disseminação de conhecimento. Merece destaque o desenvolvimento crescente de estudos e pesquisas sobre as Florestas Urbanas pelas universidades, instituições de pesquisa e entidades científicas e profissionais.

A Sociedade Brasileira de Arborização Urbana (SBAU) promove enfaticamente a proteção, preservação e criação de novas áreas arborizadas pela atuação necessariamente multidisciplinar que estas ações requerem. Somos pesquisadores, gestores, empresários, estudantes, educadores, todos comprometidos com a disseminação do conceito e da práxis da arborização urbana, combatendo práticas viciosas, preconceitos e compartimentalizações inúteis do conhecimento.

Este trabalho, feito juntamente com a International Society of Arboriculture, da qual a SBAU é um capítulo, agora também está integrado, ao Consejo Latinoamericano de Arboricultura, no qual acabamos de ingressar.

Ao completar 29 anos de existência em 16 de setembro de 2021, a SBAU saúda a todos os participantes deste nosso primeiro evento 100% virtual e convida a juntarem-se a nós, como associados, para celebrar o seu 30º aniversário de fundação da Sociedade Brasileira de Arborização Urbana no XXIV CBAU e III CIAU, em 2022 em Campo Grande, Mato Grosso do Sul.

E, preocupado em propor temas de relevância para a formação dos filhos dos associados e públicos em geral, promoveremos durante XXIV CBAU e III CIAU, em 2022, de forma inédita, o Congresso Infantil “Criança Verde”. Propõe proporcionar momentos de integração e trocas de experiências com crianças sobre a sua participação na sociedade e o seu papel enquanto cidadãos.

Somos a SBAU, Patrimônio histórico do Brasil!!

 


Sérgio Chaves
Presidente da Sociedade Brasileira de Arborização Urbana

>>>>>>>>

Mensagem da Coordenadora do CBAU – CIAU 2021

A Organização das Nações Unidas (OMS), através do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA) que busca sensibilizar governos e a sociedade para o cumprimento dos “Objetivos para o Desenvolvimento Sustentável (ODS)”, reconheceu, em junho de 2021, o período 2021-2030 como a “Década da Restauração”. Este é o tema do Congresso Brasileiro e Ibero Americano Virtual de Arborização Urbana.

Nunca ficou tão evidente como agora, em tempos pandêmicos, o papel fundamental que têm exercido as coberturas vegetais nas áreas urbanas. E nunca, também, ficou tão evidente, nesses tempos de isolamento social, a enorme importância dos espaços verdes locais e distritais.

O Brasil é um hotspot de megabiodiversidade e tem o compromisso importante de fazer com que as cidades, a maior de todas as obras humanas, reflitam essa riqueza. As florestas urbanas podem funcionar como espaços privilegiados de conexão entre áreas protegidas combatendo os efeitos da fragmentação excessiva dos habitats e com efeitos evidentes sobre a qualidade de vida das comunidades – humanas ou não – que habitam as áreas urbanas e periurbanas.

A Floresta urbana não se restringe aos elementos plantados em calçadas e praças. Às áreas públicas, como em parques e praças somam-se os “verdes complementares” e de acompanhamento viário, as Unidades de Conservação (UCs) as Áreas de Preservação Permanente (APPs), os corredores lineares e até mesmo o ”verde particular” das áreas destinadas a edificações e seus quintais, as áreas institucionais de uso coletivo como complexos esportivos, campi universitários, clubes e outros. É urgente que possamos aprimorar o conhecimento sobre gestão e proteção, bem como fiscalizar e dar suporte legal à expansão das coberturas verdes.

O CBAU e CIAU 2021 pretende instigar reflexão sobre os assuntos mencionados, concentrando-os em painéis temáticos. Para falar sobre eles, foram convidados profissionais de grande atividade no cenário nacional e internacional. São temas do CBAU e CIAU 2021: a arboricultura como profissão e as técnicas avançadas para a sua prática e aperfeiçoamento;

os caminhos para ampliar a floresta urbana nas cidades e o papel das infraestruturas-verdes; a implementação de políticas públicas em nível nacional; a proteção das árvores veteranas ou “majestosas”, os diferentes atores responsáveis pela arborização urbana; e finalmente os critérios de reconhecimento das cidades ao redor do mundo que promovem a ideia de “árvores para pessoas” e para a cidadania.

Esta edição do Congresso Brasileiro e Ibero-Americano de Arborização Urbana valoriza a pesquisa acadêmica e de divulgação, dedicando espaço à publicação de trabalhos em revistas qualificadas, anais de resumos em formato de ebook e o lançamento no primeiro volume da série “Eu, Você e o Meio Ambiente”, produzida com apoio da FAO e PNUMA (ONU), ICLEI, SBB, SBE e editado pela Editora Unaspress.

Este evento é preparatório para o XXIV Congresso brasileiro de III Congresso Ibero-Americano de Arborização Urbana que acontecerá em 2022, em Campo Grande, Mato Grosso do Sul.

Damos as boas vindas e esperamos todos!

Eliane Guaraldo
Coordenadora Geral CBAU CIAU 2021